Descubra as 5 principais dicas para salvar a pintura do seu carro


Se você está aqui, é porque também gosta de andar com o carro brilhando, não é mesmo?

Além do mais, você deve imaginar que um veículo com a pintura intacta não passa apenas aquela boa impressão, mas também te ajudará a garantir um valor mais justo no momento em que optar pela revenda.

Mas você sabe o que pode danificar a pintura do seu querido carro?

Não?

Pensando nisso, resolvemos conversar com nossos parceiros da MGO, especialistas em funilaria, que nos ajudaram a separar 5 dicas rápidas (mas essenciais) que você deve evitar para preservar a pintura do seu carro.

Ainda aí? Confira!

1. Preste atenção na oscilação da Temperatura

Se você é de São Paulo, também deve se aborrecer com a variação da temperatura a cada minuto; em um dia está um calor danado e, ao anoitecer, você se sente no polo norte. Não é mesmo?

E você sabia que isso é prejudicial ao seu automóvel?

Em suma, com as constantes oscilações de temperatura, a tinta tende a dilatar e contrair e, com o passar do tempo, isso pode dar margem à ferrugem ou deterioração da tinta.

Além do mais, a exposição a temperaturas extremas também pode ser danoso.

O calor, por exemplo, afetará a tonalidade da cor.

Já temperaturas muito baixas podem craquelar o verniz.

Portanto, evite parar em lugares onde seu carro ficará exposto a altas temperaturas por muito tempo

2. Tome cuidado com a Força da Natureza

Aqui, é necessário que tome cuidado com alguns fatores específicos.

A chuva ácida ataca a pintura do seu lindo carro por meio de gases e partículas presentes na atmosfera e, em São Paulo, você deve imaginar que é muito comum este tipo de chuva.

Mas como é muito difícil identificar quando a chuva é ácida ou não, o recomendado é que se lave o carro após ter enfrentado uma ao longo do dia.

O outro fator já deve ter passado por sua cabeça: Sim, você deve evitar ao máximo parar embaixo de árvores que, a princípio, pode parecer uma boa ideia.

Mas fique atento: porque as árvores soltam seiva e abrigam pássaros que podem soltar dejetos sobre seu carro. E esses resíduos são extremamente prejudiciais à pintura.

O quiz da revisão preventiva

3. Evite Áreas de Construção

Como no tópico anterior, o perigo, muito provavelmente, estará onde você estaciona.

Em áreas de construção o risco estará tanto na alta concentração de poeira e cimento, quanto nos respingos de tinta.

Não é recomendado que você lave o próprio carro, devido a necessidade de técnica para a lavagem pois, lavando da maneira incorreta, o carro pode acabar ficando todo riscado.

4. Não Lave Seu Carro de Qualquer Jeito

Ao tentar lavar seu carro em casa, você pode até estar muito bem intencionado, mas é necessário que tenha o mínimo de técnica e conhecimento para não tornar a boa intenção em um desastre.

Como usaremos outro texto para detalhar este assunto, vamos dar algumas dicas básicas que você deve ter em mente ao lavar seu veículo em casa:

  1. Verifique se a lataria está totalmente fria

  2. Jogue água para tirar o grosso

  3. Utilize panos limpos

  4. Use produtos próprios para lavagem automotiva

  5. Nunca esfregue de baixo para cima

Entenda as 5 melhores dicas para deixar seu carro bem cuidado sempre!

5. O Combustível também pode ser prejudicial

Você já foi ao posto e, ao abastecer o carro, respigou combustível na pintura? Espero que não!

Saiba que, se isso acontecer, a recomendação é que se remova imediatamente. Caso fique tarde demais, leve à funilaria para fazer um polimento específico para remoção.

 

Esperamos que com essas 5 dicas rápidas você consiga saber o que evitar para preservar a pintura de seu carro.

Mas caso você tenha interesse em aprender ainda mais sobre o mundo em que seu batmóvel se encontra, inscreva-se em nossa newsletter e receba tudo em primeiríssima mão!

Obrigado,

Até mais!

Quer receber mais conteúdos como esse?